O centenário já começou
Em 1961 no dia 06 do mês de março o Pr. Alcebíades Pereira Vasconcelos, assumia a presidência da Assembléia de Deus em Belém e o mesmo tinha como auxiliares (colaboradores, administração) os pastores José Pinto de Menezes, Armando Chaves  Cohen e Firmino da Anunciação Gouveia . 
Iniciou seu pastorado aproximava-se o Jubileu de ouro da primeira Igreja Pentecostal no Brasil e os irmãos tinha 95 dia para organizar este Jubileu, foi um evento maravilhoso. Hoje estamos vivendo este mesmo sentimento que está aproximando o centenário, pouco dias faltam para realização deste grande evento pentecostal das Assembléia de Deus no Brasil . Por isso conclamamos todos os assembleianos todos os irmãos oriundos deste movimento que venha celebrar conosco, porque grandes coisas Deus tem feito por nós e por isso estamos alegres. Toda honra, toda gloria, todo louvor seja dada ao Senhor nosso Deus. 


 Mensagem do Pastor Jonas Presidente da Comaderj.
Por ocasião da 38a AGO da COMADERJ. Realizada em Paracambi/RJ. de 14-16 de Fevereiro de 2008
(Texto Bíblico Pv. 22.28)

Tema: Firmando os marcos antigos.

Comentário:

o tema escolhido pela liderança para nortear os trabalhos da 38a AGO, creio que foi uma inspiração divina, pois ele vem exatamente em um momento de turbulências no seio da igreja do Senhor, em toda a terra; principalmente aqui no Brasil. Não faltam em nossos dias pessoas que estão como os Atenienses; estão sempre querendo novidades, e mudanças, sem contudo avaliar as conseqüências que uma mudança pode acarretar, e, que novidades nem sempre corresponde a realidade. Estamos distantes 97 anos de quando nossos pais puseram os marcos na fundação da Igreja Evangélica Assembléia de Deus no Brasil; estes marcos estabeleceram a identidade desta Igreja e assim dão razão à sua existência, como um grande movimento do Espírito.


Nesses 97 anos Deus tem levantado servos fiéis que batalham não somente pela fé que uma vez foi dada aos santos, mas também na preservação da doutrina e dos bons costumes que sempre marcou a nossa igreja. Eles já se foram; nós, porém aqui ainda estamos e não podemos esmorecer, e pesa sobre os nossos ombros esta honrosa responsabilidade.


Em nosso país, era possível identificar uma igreja por sua teologia, prática, liturgia etc .. hoje, as igrejas tem se tomado cada vez mais iguais e isto não tem acontecido como fruto de amadurecimento ou avivamento, mas por imitação daquilo que grupos religiosos modernos tem praticado e que supostamente tem trazido a eles sucesso; temos visto igrejas perdendo sua identidade na busca deste falso sucesso.
A igreja assembléia de Deus não pode se deixar levar por esses modismos, não pode ceder as pressões.


É preciso manter seus marcos antigos bem firmados, mesmo diante de tantas pressões, sejam elas externas ou até mesmos internas. Já temos tantas igrejas iguais, por que teríamos mais uma?
A mensagem do Espírito Santo para nós nesse momento não é de cavar novos poços à procura de água nova, mas é tempo de tirarmos os entulhos dos antigos e bebermos da antiga água.

Introdução:


o dicionário Brasileiro define "limite" como sendo: Linha de demarcação entre terrenos ou territórios contíguos ou próximos; termo; confins; raia; fronteira; meta; extremo; baliza.


Na palavra do presidente da CGADB (Pr. José Wellington Bezerra da Costa) por ocasião do ELAD realizado no Rio de Janeiro nos dias 23-26 de agosto de 1999. Ele disse que: "quanto ao perfil da igreja, precisamos traçar uma linha bem definida, partindo do ponto inicial deixado pelos pioneiros, aos quais devemos esse legado. Não podemos pender para o extremo do passado, para não corrermos o risco do saudosismo, nem pender para o extremo de acompanhar o século presente,porque corremos o risco da conformação com este mundo (Rm 12.1.3).


Precisamos buscar o equilíbrio em tudo como forma de manter os princípios Bíblicos.E isto é dever de todo ministro da palavra de Deus. Mas pergunto qual tem sido a reação dos nossos pastores depois do ELAD? Como temos nos comportado?
Posso afirmar sem dúvida que muita gente estão dizendo: Tô nem aí. E se você acha que estamos exagerando vamos avaliar apenas três marcos que estão ficando comprometido em nosso meio:

1- Teologia - muitos são os ventos de doutrinas que tem tomado conta do cenário teológico. Igrejas outrora firme na defesa da teologia bíblica reformada, infelizmente, tem se deixado levar por teologia da prosperidade, movimento de crescimento de igrejas, G 12, maldição hereditária e outras. Não podemos nos esquecer que nossa igrej a cresceu assustadoramente quando a mensagem que se pregava era apenas essa:


Jesus salva, cura e batiza com Espírito Santo. A mensagem era simples mas era ungida. Cabe então, diante da situação, perguntarmos-nos: como está hoje a nossa igreja? Como está sua teologia? Como está nossa unidade doutrinária? No papel, ainda somos coesos, e na prática? Portanto vemos a grande necessidade de aprimorar e exigir mais e mais na qualificação daqueles que irão assumir o ministério do Senhor e a direção de igrejas. Remover os marcos teológicos implica em descaracterizar nossa igreja.

2- Liturgia - sabemos perfeitamente que nossa igreja é movida pelo Espírito Santo. Mais isto não deve ser motivo para o que está acontecendo em muitas igrejas. A cada dia temos visto que o culto tem se transformado em shows, danças etc .... ; Deus tem deixado de ocupar o centro dos cultos porque o homem passou a ser alvo. Imagine os irmãos, você passar duas horas dentro de uma igreja vendo moças requebrando em sua frente, tudo em nome de adoração a Deus. Não podemos deixar que este marco seja removido. Vamos consertar o Altar da Adoração e veremos que o Deus de Elias ainda é o mesmo. É melhor agradar a Deus, do que agradar a Homem (At. 5.29).

3- Evangelismo - O Evangelismo do final do século XX tem se tomado cada vez mais pragmático. A busca por números tem feito com que líderes busquem métodos que garantam o crescimento. A regra geral tem sido a seguinte: "se alcança as pessoas é porque é certo". A assembléia de Deus no Brasil sempre prezou pela qualidade antes de quantidade e isso não pode mudar. Precisamos parar de questionar o porque da nossa igreja não crescer como gostaríamos, e, ao invés de nos lançarmos as críticas,
deveríamos voltar as origens. Qual foi o segredo do crescimento da igreja primitiva? Quais os recursos fInanceiros? Quais os meios de comunicação que eles dispunham? Eles não tinham nada do que temos hoje. Mas eles tinham o que está faltando a nós hoje. O quê? Poder, vida de Oração, Jejum, consagração e disposição para pregar a palavra. (Leia os textos e verás como crescia a igreja no início; At. 2.39,4.4,5.14,6.7, 8.1,-14,9.31, 12.21, 16.5, 17.12, 17.4,34, 19.18. O que temos a fazer é pagar o preço para ver Deus operar e, não fIcar inventando modas.

4- Vigilância - Esta luta exige de nós uma série de cuidados, dos quais destacaremos alguns:


Em primeiro lugar, precisamos trabalhar pela reforma da igreja, mas sempre contra as inovações. É preciso que haja muito cuidado com as mudanças, por mais simples que sejam, uma vez que temos visto igrejas, outrora fIrmes, trilhando caminhos que nada tem a ver com os marcos antigos. Pois sempre que há mudanças há também transtornos. Por isso temos uma boa advertência na palavra de Deus em Pv. 24.21 "Teme ao Senhor, fIlho meu, e ao rei, e não te entrometas com os que buscam mudanças. Pergunto; pra que mudar se Deus confirmou os métodos, os marcos que foram colocados? (SI. 90.17)


Em segundo lugar, precisamos cuidar da nossa Unidade. Eu entendo que a unidade da igreja, que é o corpo de Cristo depende muito da unidade doutrinária, leia com atenção o que Paulo disse aos FI. 1.27; 2.1.5. a luta para cumprir os preceitos estabelecidos neste texto deve ser intensa, pois sem ela não haverá a tão necessária unidade.


Em terceiro lugar, creio que precisa haver uma maior atenção da igreja, convenções e de modo geral de todos os órgãos que possa cooperar neste sentido na preparação dos obreiros, tendo em vista que nossas igrejas são autônomas, a única maneira que temos de coibir os excessos é na hora de consagrar e receber ministros. Entendo que o ministério é coisa séria, e quem dele faz parte tem que ser sério também, leia Ex. 18.21-22 .. precisamos ter coragem para ser pastor. Para isso acho que precisamos dizer aos colegas pastores da Assembléia de Deus: 1- Ajudar mas com franqueza apontando suas falhas; 2- considerar todas as críticas que nos forem dirigida; 3- ser rigorosos quanto à nós mesmos; 4- reconsiderar sobre nossa vocação e pureza ministerial..


Conclusão:


Tenho certeza que Deus tem muito a fazer através da Assembléia de Deus no Brasil, depende única e exclusivamente de nós. Que possamos dizer sim ao nosso Deus.

Utilidades e Serviços

imageEstatuto
Estatuto Social da COMADERJ
 
Art. 1° - A Convenção de Ministros das Assembléias de Deus do Estado...
Leia mais...
 
imageRegimento
Regimento Interno da COMADERJ
 
Art. 1.º - O presente Regimento Interno tem por finalidade regulamentar os artigos...
Leia mais...
imageDocumentos
Para Ordenação, Reconhecimentos e Ingresso
 
Lista de documentos necessários para ingressar...
Clique aqui...
 
imageFormulários
Para pedidos de Ordenação, Ingresso e Reconhecimento
 
Preencha ou imprima o formulário de sua escolha...
Clique aqui...
 

Confira


 Clique aqui e veja como chegar na nova Sede da COMADERJ

  Agora você tem direito! A Assessoria Jurídica gratuita, maiores informações,
ligue 21 2290 5775, Fax 21 3866 8681